Arquitectura da ROM


Com a evolução da ROM seu próprio nome perdeu sentido pois os dados são gravados nelas apenas uma vez. Depois disso, essas informações não podem ser apagadas ou alteradas, apenas lidas pelo computador, excepto por meio de procedimentos especiais, mas seu foco não é para gravação com frequência. Vários aparelhos eletrônicos usam essa tecnologia, como leitores de DVD, placas de computador,taximetros, telemóveis. O firmware (o software gravado dentro da ROM) contribui para o funcionamento destes aparelhos. O firmware de um aparelho é c omo um sistema operacional, que além de fazer a comunicação entre o usuário e o aparelho, tem funções pré -programadas para execução quando solicitadas pelo usuário ou por um outro aparelho. O firmware pode ser actualizado caso seja necessário por alguma eventualidade ou erro de programação, mas para isto o aparelho deve estar funcional para poder fazer a actualização.

A memória ROM também foi bastante usada em cassetes de video-jogos.  Actualmente softwares de video-jogos utilizam “roms”, que nada mais são que os softwares extraídos de uma cassete.

Aplicações da Memória ROM

A memória ROM está presente em qualquer dispositivo digital, como por exemplo um relógio. Sempre que um computador é iniciado, ele necessita de informações existentes em algum lugar para carregar suas funções básicas e/ou principais de uma forma que elas sempre sejam acessíveis e não se apaguem ao interromper a alimentação.

Satélites, comandos, impressoras,telemóveis, todos os aparelhos digitais comportam uma ROM para realizarem suas tarefas básicas.

O uso da memória ROM vêm aumentando conforme surgem novas tecnologias, além de serem portadores de firmwares, hoje utilizam-se memórias flash (que também são memórias ROM) para o armazenamento de diversos tipos de dados.

Uma grande perspectiva para as Flash Rom é a possibilidade de um dia esta memória poder substituir de vez os tão usados discos rígidos, mas isto ainda não é possível, pois as memórias flash embora possam comportar diversos dados, ainda possuem capacidade muito menor do que os HDs enquanto o preço é bem superior.

A memória rom de seu micro é responsável pela a BIOS sistema que é responsável por “acordar” todos seus componentes e também pelo auto-teste responsável por fazer testes na memória e outros componente do hadware e também pelo Setup responsável pela configuração de sua máquina. Ou seja, é na memória rom que tudo começa.

Fontes :